respeito e responsabilidade no trânsito

Anelaria




4 minutos para ler

Maio Amarelo é uma campanha mundial, que teve início em 2010, através de uma resolução da Organização Mundial da Saúde (OMS) que definiu o período entre 2011 e 2020 como a década de ações para a segurança no trânsito. 

O objetivo desse movimento é conscientizar sociedade civil, gestões públicas e diversas entidades sociais sobre a importância de se atentar às regras coletivas necessárias para a boa convivência e a redução dos números de mortes no trânsito. 

Isso porque, em 2009, a OMS contabilizou, aproximadamente, 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países, e estimou um salto de 60 milhões de morte a mais em 2020, crescendo para 2,4 na década seguinte em 2030.  

No ano passado, durante a Conferência Mundial de Segurança Viária, na Suécia, a Organização das Nações Unidas (ONU) e a OMS encerraram o primeiro período da campanha a propuseram a 2ª década da ação com o mesmo objetivo de reduzir pela metade o número total de mortes ocorridas no trânsito.  

A cor amarela foi escolhida pela sua representação de sinalização e alerta no trânsito. 

Maio Amarelo no Brasil 

Aqui no Brasil, a campanha Maio Amarelo começou em 2014 como uma ação entre poder público, iniciativa privada e sociedade civil a fim de somar junto com a discussão que a OMS já vinha trabalhando nos últimos anos.  

Apesar da iniciativa, a média de mortes por trânsito no Brasil ainda tem números altos, chegando a 30 mil vidas perdidas por ano, registrando cerca de 80 mortes diárias como consequência de desatenção, desrespeito e violência, mesmo durante a pandemia do novo Coronavírus, segundo dados divulgados pelo Portal do Trânsito.  

Em 2021, o tema da campanha é Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito, definido pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) levantando uma reflexão sobre empatia e consciência diante do trânsito urbano e rodoviário.  

Com isso é possível chamar a atenção das pessoas, democratizar a discussão sobre impaciência e intolerância no trânsito, além de humanizar as relações que acontecem nesse ambiente.  

Entre as ações para a campanha deste ano está o incentivo pela utilização das passarelas, faixas elevadas e faixas de pedestres, e o alerta aos condutores sobre sinalizações e cuidados com vulneráveis no trânsito (pedestres, motociclistas e ciclistas).

6 dicas para contribuir com o Maio Amarelo 

Para eficácia da ação que visa a diminuição das mortes e da violência no trânsito, é preciso contribuição de todas as pessoas. Confira a seguir 6 dicas para você fazer a sua parte: 

  • Tenha atenção, lembre-se que existem outras pessoas compartilhando e transitando pelo mesmo espaço que você;  
  • Respeite as regras de trânsito, afinal elas existem para garantir a segurança e estabelecer uma relação saudável entre todas as pessoas; 
  • Não dirija sob efeitos de ilícitos e alucinógenos, mantenha sua consciência e atenção no trânsito, evite problemas, ainda mais os que podem ser irreversíveis;  
  • Não use o celular no trânsito, isso vale tanto para quem está dirigindo quanto para quem está caminhando pela rua;  
  • Faça manutenção no seu veículo, garanta a sua segurança e dos demais;  
  • Respeite as outras pessoas, por mais que o seu cotidiano esteja agitado, procure manter a calma, a responsabilidade e a empatia no trânsito.  

Confira tudo sobre a campanha no site Maio Amarelo.  

Para continuar nos acompanhando, siga o nosso Facebook e nosso Instagram.  



Anelaria

FACEBOOK | INSTAGRAM


Fonte: https://blog.conexasaude.com.br/maio-amarelo-respeito-e-responsabilidade-no-transito/

Compra garantida pelo Mercado Pago


  • Sem produtos na sacola.
Iniciar conversa
Se precisar, 🔥