Quais cuidados tomar ao detectar uma fratura de fêmur em idosos?

Anelaria




Por conta de alterações típicas do avanço da idade, os idosos são mais suscetíveis a sofrerem quedas. E, também por conta desses detalhes, eles podem ter consequências mais graves ao caírem, apresentando problemas como a fratura de fêmur.

O fêmur é o maior órgão de nosso corpo. Ele está localizado na região da coxa e a sua fratura é muito comum entre pacientes que se encontram na terceira idade. A recuperação é longa e uma série de cuidados devem ser tomados para evitar complicações!

Quais seriam essas complicações? E quais são os cuidados? A seguir, veremos uma série de informações para ajudá-lo a lidar com esse momento difícil. Vamos lá? Boa leitura!

O que é uma fratura?

São quebras (também chamadas de rupturas) de ossos de nosso corpo. Podem ser parciais ou totais. Além disso, têm outras classificações que variarão da extensão da lesão ao osso.

Quais são os sinais da fratura do fêmur?

O sinal mais evidente de uma fratura no fêmur é a dor intensa. No entanto, há outros sinais que podem indicar que esse problema aconteceu:

  • dificuldade ou até mesmo incapacidade de movimentar a perna afetada;
  • inchaço;
  • hematomas;
  • dores na virilha;
  • dificuldade de esticar a perna.

O que fazer ao identificar uma fratura?

Apesar disso, esses sinais também podem ser causados por outros tipos de lesão. Sendo assim, é importante que o idoso seja encaminhado rapidamente a uma unidade com atendimento de um médico ortopedista para que exames, como o raio-X, sejam feitos para fechar o diagnóstico correto.

Quais são os cuidados a serem tomados após uma fratura do fêmur?

Agora, veremos dicas para lidar com essa situação!

Não faça esforço

A primeira dica é: evite o esforço desnecessário. Se movimente apenas quando for preciso e, para isso, utilize muletas. Encostar repetidamente a perna no chão dificultará a recuperação.

Tenha uma alimentação adequada

A alimentação é essencial para a recuperação de nosso corpo, independentemente do tipo de lesão apresentada. Capriche na ingestão de alimentos ricos em cálcio e magnésio, como o leite, o gergelim, as sementes de abóbora, o abacate e muitos outros.

Aumente a produção de vitamina D

A vitamina D é produzida pelo nosso próprio corpo. No entanto, é preciso estimular essa produção ao se expor ao sol. Prefira o solzinho dos seguintes horários: antes das 10 da manhã e após as 16 horas.

Siga todas as recomendações médicas

Por fim, não deixe de seguir à risca todas as recomendações passadas pelo seu médico. Isso inclui o uso de medicações, suplementações (como o colágeno, cálcio e magnésio) e, claro, a prática de fisioterapia. Tudo isso será essencial para a sua recuperação!

A última dica de como lidar com uma fratura de fêmur é uma das mais importantes! Não seguir as recomendações médicas é algo que traz muitos riscos, incluindo a regeneração errada do osso e o surgimento de deformidades e alterações a partir disso. Fique de olho!

Para saber ainda mais sobre o assunto, confira o nosso post sobre as vitaminas essenciais para idosos. Assim, você otimiza ainda mais a sua recuperação após uma fratura em qualquer região do corpo!

Anelaria

FACEBOOK | INSTAGRAM


Fonte: https://doctorshoes.com.br/blog/saude/fratura-de-femur/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=fratura-de-femur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compra garantida pelo Mercado Pago


  • Sem produtos na sacola.
Iniciar conversa
Se precisar, 🔥