Os tênis Nike estão (bem) mais caros; mas por que o preço subiu?

Anelaria




Reparou que o preço dos tênis Nike aumentou? Se você entrar no site agora ou buscar em algumas lojas, pode ver modelos clássicos e populares como o Air Force 1 ou o Air Jordan 1 custando até R$ 200 a mais do que no começo do ano.

No começo de abril, a marca anunciou um reabastecimento de alguns modelos com preços um pouco diferentes do que os consumidores estavam acostumados. De R$ 999, o Air Jordan 1, por exemplo, passou a custar R$ 1200. Além dele, outra grande surpresa foi a alteração no Air Force 1, um dos tênis mais populares da história da Nike e campeão de vendas no Brasil. O modelo vai começar a ser vendido por R$ 700, em comparação aos R$ 500 de antes.

O aumento coloca um caminhão a mais de reais em cima de tênis populares e desejados que, até recentemente, tinham preços mais camaradas. Em 2018, por exemplo, ainda era possível comprar um Air Force 1 por R$ 350 e um Air Jordan 1 por R$ 750. Mas de onde veio isso?

Por que aumentou?

NIKE AIR JORDAN 1: 6 Sneakers semelhantes e mais baratos

Obviamente, o mundo todo tem passado desde o começo de 2020 por uma grande crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus. Países que podem demorar mais para se recuperar têm visto suas moedas se desvalorizarem – é o caso do Brasil. E, com o dólar alto em comparação ao real, os preços de qualquer coisa que seja importada acabam subindo.

Uma das possibilidades levantadas por quem analisa o mercado, portanto, é a de que o dólar continue subindo nos próximos tempos. Nesse caso, o reajuste de preço dos tênis Nike já levaria em conta o aumento futuro do valor das importações.

“Tem que pensar que um Air Force 1 custa 90 dólares nos EUA”, lembra Caio Victor, sneakerhead e youtuber conhecido como The Vict. “Convertendo numa conta simples com a cotação de hoje e sem somar impostos, isso dá ainda mais do que o preço de R$ 500 que ele tinha no Brasil. Então esse novo valor de R$ 700 é justificável se pegarmos a alta do dólar e a quantidade de impostos que pagamos aqui”, explica.

“Claro que a gente quer achar um culpado, mas não é assim que funciona”, continua Caio. “A Nike gasta pouco e lucra muito nos seus modelos, é óbvio. Mas a culpa desses R$ 200 de aumento não é dela”, conclui. No vídeo a seguir ele fala mais sobre isso:

Vale lembrar que o aumento vale para os modelos que chegaram agora ao Brasil e estão começando a ser vendidos. Ainda é possível encontrar tênis como o Air Forçe 1 do abastecimento anterior pelo preço antigo – embora lojas como a Artwalk tenham aumentado valor dos modelos que já estavam no país.

Anelaria

FACEBOOK | INSTAGRAM


Fonte: https://manualdohomemmoderno.com.br/tenis/os-tenis-nike-estao-bem-mais-caros-mas-por-que-o-preco-subiu

Compra garantida pelo Mercado Pago


  • Sem produtos na sacola.
Iniciar conversa
Se precisar, 🔥