Não seja na sua casa como Projota é no BBB21

Anelaria




Em algum momento da sua vida, você vai dividir casa com alguém. Não estamos falando dos seus pais, com quem você é obrigado nos primeiros anos. Mas de amigos, parentes, conhecidos, parceiros, noivas, esposas, etc. Pessoas com outras trajetórias, referências e costumes – o que pode acabar gerando alguns problemas. Mas pense que poderia ser pior: você poderia estar morando com o Projota.

Se você não assiste ao “BBB”, reality show da Globo, vamos explicar. O rapper Projota, autor de alguns sucessos nas paradas nacionais da última década, está na casa morando com outras pessoas. Além de brigas feias e pequenas intrigas, ele tem feito sucesso (não de maneira agradável) por suas, digamos, frescuras.

Suas mancadas e vexames o transformaram até que em um cara divertido de acompanhar de longe. Mas será que você é o Projota da sua casa? Veja um pouco o que ele fez e reflita. Caso seja, é hora de pensar.

Trairagem

A trairagem de Projota

Um dos participantes do reality era um fã de Projota que afirmou ter sido salvo da depressão por conta das músicas do rapper. Massa, não? Acontece que o cara era meio problemático e o artista até ensaiou ajudá-lo, como ídolo mesmo, mas acabou preferindo virar seu inimigo. Negou contato, passou a falar mal do jovem pelas costas, tentou humilhá-lo em uma batalha de rap de brincadeira e ajudou a criar um clima insustentável para um companheiro de casa. Foi o famoso traíra.

Ok, ninguém é obrigado a cuidar de alguém que mal conhece. Muito menos a virar amigo ou mentor da pessoa. Mas se você se mostra propenso a fazer uma coisa, deixa isso claro e mesmo assim acaba indo no caminho contrário não pode reclamar depois.

A questão da comida

A questão da comida

Algumas pessoas têm paladar infantil – uma deficiência na educação alimentar que gera resistência a alimentos como verduras, legumes, frutas e afins. É algo tratável e relativamente normal. Outras pessoas são o Projota.

Ele não come boa parte das comidas disponíveis na casa. Já recusou lasanha, estrogonofe, goiabada, rapadura e doces variados, entre outras coisas. E faz questão de reclamar de tudo, em alto e bom som. Segundo a família, ele tem intolerância à lactose. Aceitamos a desculpa, assim como entendemos que ninguém tem que comer nada por obrigação. Mas imagine morar com alguém que enche a boca para chamar um estrogonofe feito por outra pessoa de “bosta” e confessa não saber fazer arroz. Experimente falar isso na sua casa para ver o resultado.

Projota, moleque de vila?

Não seja assim na sua casa

Para quem se intitula um “moleque de vila”, Projota até que é bastante mimado. Sua narrativa é a de que todos estão contra ele a todo o tempo – com exceção de seu melhor amigo, que é um adulto imaturo. Seu umbigo é o centro das atenções e quem não enxerga assim ganha maus olhares e comentários.

Durante uma obrigação matinal (falar e interagir com as câmeras dentro de um cômodo, chamada de “Raio X”) que todos deveriam participar, Projota tinha que ter ganhado a preferência por estar vestindo uma roupa desconfortável. Em vez disso, esperou um pouco. Sentado. No ar condicionado. Por 20 minutos. Foi o suficiente para ele reclamar disso em rede nacional, ao vivo.

Não vamos negar a trajetória de vida do cara. Mas é no mínimo irônico que ele se apresente como humildão e seja a pessoa mais mimada de uma casa com outras 19 (sendo ele o mais velho de todos).

Em resumo, é divertido zoar Projota quando ele comete erros e mancadas ridículas que todos nós cometemos. Principalmente porque ele se considera pouquíssimo zoável. Se você for morar com alguém e tiver consciência de que é chato, pelo menos aceite esse fato. As outras pessoas agradecem.

Anelaria

FACEBOOK | INSTAGRAM


Fonte: https://manualdohomemmoderno.com.br/comportamento/nao-seja-na-sua-casa-como-projota-e-no-bbb21

Compra garantida pelo Mercado Pago


  • Sem produtos na sacola.
Iniciar conversa
Se precisar, 🔥