4 maneiras de transformar o medo do fracasso em motivação

Anelaria




Como transformar medo do fracasso em motivação

Você já teve medo de alguma coisa dar errado? Pode ser no trabalho, num relacionamento ou em relação a objetivos pessoais. É normal. Não apenas sentir medo do fracasso, como também o estresse e a ansiedade que vêm junto. Mas há formas de lidar com eles. E, mais ainda, de transformá-los em motivação.

Esses sentimentos foram a fonte de algumas das conquistas mais impressionantes na história do mundo. E são um fator fundamental na capacidade dos humanos de prosperar, tanto individual quanto coletivamente. É possível, portanto, ver o medo do fracasso como uma oportunidade.

Existem algumas ações ​​que podemos tomar para conseguir isso. Vejamos quais são.

Avalie a situação como um todo

É uma boa coisa reconhecer e aceitar seu medo. Quanto mais real ele for, mais próximo você estará de entender a razão pela qual você se sente assim. Então não precisa tentar esconder nada.

A primeira coisa a fazer para analisar a situação é focar em dados objetivos. Tente separar os sentimentos dos fatos e pensar nas coisas como elas são – mais do que como elas parecem para você. Por exemplo, você tem medo de algo com que realmente vale a pena se preocupar ou está apenas se convencendo de que isso é importante?

Faça um plano de ação

Pense na coisa que está te dando medo caso não dê certo. Se pergunte qual o prazo dela, se é algo que deveria acontecer já ou não. Depois pense se é possível começar a fazer algo para que essa coisa aconteça ainda hoje ou nos próximos dias. Se a resposta for sim, coloque isso no topo de sua lista de tarefas. Se não for algo pra agora, ainda assim é bom já se planejar. Ou seja, você precisa de um plano de ação.

Veja bem, a ideia não é traçar um plano para ter um peso a mais na sua vida e causar ainda mais ansiedade. O objetivo é ser detalhado para remover o maior número de barreiras possível e chegar na sua meta com.

Vamos supor que a questão é profissional. Se seu plano, por exemplo, for vago como “conseguir um emprego”, esquece. Metas vagas não vão funcionar para driblar o medo de tudo dar errado. Podem até te deixar mais perdido. Em vez disso, faça um plano de ação por etapas: “dar um tapa no currículo“, “me candidatar a uma vaga por dia”, “fazer networking com um colega por semana”. Planos mais diretos deixam poucas dúvidas sobre qual deve ser sua próxima etapa – e pouco espaço para o medo.

Comprometa-se

Comprometer-se com algo é uma ação poderosa por si só. Se você sempre quis correr uma maratona, mas está com medo de não conseguir terminá-la, por exemplo, você pode se comprometer a pelo menos tentar inscrevendo-se e pagando a taxa de inscrição com antecedência. A partir de agora, você ganha uma motivação para treinar, com um objetivo fixo.

A motivação vai tomando o lugar do medo quando você se colocou em frente a ele com racionalidade e bolou uma estratégia para alcançar o que deseja. Isso é boa parte do trabalho já. Siga seu plano de ação e celebre cada pequeno objetivo. Quando eles acabarem, pense em outros. A partir de certo ponto, a motivação vira automática.

Deu tudo errado, e agora?

Motivação pode vir até do medo

Não é sempre que se planejar e tomar a iniciativa garantem que as coisas funcionem. Mas saber o que fazer quando algo dá errado e respeitar o processo (mesmo quando ele não leva ao resultado esperado) é uma etapa importante da motivação. Não é por acaso que grandes empresas e CEOs pelo mundo enfatizam o valor de fracassar e estar errado em um processo mais amplo de alcançar objetivos.

Colocado de outra forma, em vez de deixar que as falhas do passado alimentem seus medos, tente encará-las apenas como lições. Agora você vai aprender com seus erros. Como? Faça estas duas perguntas para ajudar a transformar qualquer falha em uma experiência de aprendizado:

  • Eu fiz tudo ao meu alcance para que essa coisa não desse errado?
  • Como eu poderia estar mais bem preparado para lidar com essa situação?

O ponto principal é que o medo de dar o primeiro passo pode nos colocar para baixo ou nos ajudar. Veja ele como um peso, mas que pode ser usado para te jogar para frente. E isso é, em grande parte, uma escolha pessoal: adotar uma abordagem lógica e proativa em relação ao medo e ao fracasso.

Anelaria

FACEBOOK | INSTAGRAM


Fonte: https://manualdohomemmoderno.com.br/desenvolvimento/4-maneiras-de-transformar-o-medo-do-fracasso-em-motivacao

Compra garantida pelo Mercado Pago


  • Sem produtos na sacola.
Iniciar conversa
Se precisar, 🔥