12 homens que viraram personagens de filmes

Anelaria




Por que filmes baseados em fatos reais são tão legais? Talvez por ser interessante pensar se todo aquele drama, superação e comédia aconteceram de verdade. Ou se aquelas pessoas realmente existiram. E a resposta é sim. Quer ver? Conheça alguns homens reais que viraram personagens de cinema.

Não estamos falando de pessoas reais que inspiraram a criação de personagens famosos da ficção, como Indiana Jones ou James Bond. Mas sim de caras que realmente existiram e ganharam filmes sobre suas vidas.

Veja quem são esses homens que viraram personagens de filmes baseados em fatos reais.

Alan Turing

O jogo da imitação - Benedict Cumberbatch e Alan Turing

O matemático britânico Alan Turing foi um dos grandes responsáveis por acabar com a Segunda Guerra Mundial, desvendando um sistema de criptografia do exército alemão conhecido como Enigma. Com isso, os Aliados passaram a antecipar as ações do Eixo.

Essa história foi contada no filme “O jogo da imitação”, de 2014, em que ele é interpretado por Benedict Cumberbatch. Além do trabalho durante a guerra, o longa mostra o maior drama pessoal de Turing, que era gay em uma época em que a homossexualidade era crime e foi perseguido por isso durante toda sua vida.

Desmond Doss

Até o último homem - Andrew Garfield e Desmond Doss

Outro personagem que participou da Segunda Guerra Mundial, Desmond Thomas Doss foi um soldado e socorrista do exército dos Estados Unidos que lutou na Batalha de Okinawa. Por ser membro da Igreja Adventista do Sétimo dia, ele se recusou a portar armas durante o combate. Mesmo assim, ganhou uma Medalha de Honra por salvar sozinho cerca de 75 soldados.

Além de uma biografia, ele ganhou em 2016 um filme retratando sua vida. Dirigido por Mel Gibson, “Até o último homem” tem Andrew Garfield no papel do soldado.

Rei George VI

O discurso do rei - Colin Firth e Rei George VI

Pai da rainha Elizabeth II, Jorge VI contratou um fonoaudiólogo para superar a gagueira. Os dois homens tornaram-se amigos e trabalharam juntos para que o rei pudesse fazer no rádio o discurso mais importante da história do Reino Unido até então: anunciando sua entrada na Segunda Guerra Mundial.

Essa relação virou filme em 2010, com “O discurso do rei”. George VI foi interpretado por Colin Firth – e conta-se que a própria rainha assistiu ao filme e elogiou o ator no papel de seu pai.

Billy Beane

Moneyball - Brad Pitt e Billy Beane

Em 2002, o pequeno time de beisebol Oakland Athletics surpreendeu o mundo. Com a menor folha salarial da liga, os A’s decidiram adotar uma nova estratégia sob o comando do dirigente Billy Beane. Ele e seus assistente passaram a contratar jogadores mais baratos com base em suas estatísticas, não em olheiros ou fama.

Essa história virou um livro e um filme de mesmo nome, “Moneyball”, ambos altamente recomendáveis. Na versão para o cinema, de 2011, Brad Pitt interpreta Beane.

Chris Gardner

Em busca da felicidade - Will Smith e Chris Gardner

Christopher Gardner é um empresário e corretor da bolsa de valores norte-americano que saiu da extrema pobreza para se tornar um milionário. Ele ficou famoso porque chegou a morar na rua e em abrigos enquanto perseguia seu sonho de trabalhar com ações.

Gardner teve sua história de superação retratada no filme “Em busca da felicidade”, de 2006. É uma das atuações mais memoráveis da carreira de Will Smith.

Truman Capote

Capote - Philip Seymour Hoffmann e Truman Capote

Se você nunca leu “A Sangue Frio”, deveria. O livro conta a história do assassinato de uma família inteira no interior dos Estados Unidos em 1959. Enviado para investigá-lo, o jornalista Truman Capote acabou criando uma relação de parceria com um dos suspeitos – o que rendeu muitos detalhes à obra.

A história de Capote, um gay cosmopolita tendo que se virar em uma pequena cidade conservadora enquanto investigava um crime e escrevia sua reportagem, foi contada no filme “Capote”, de 2005.

Jordan Belfort

O lobo de Wall Street - Leonardo DiCaprio e Jordan Belfort

Jordan Belford foi um corretor da bolsa de valores que ficou conhecido após se declarar culpado por fraudar e manipular ações do mercado. Condenado, foi preso e denunciou vários parceiros do seu esquema de corrupção.

Ele mesmo publicou um livro de memórias que mais tarde virou um filme de mesmo nome: “O lobo de Wall Street”, de 2013. No cinema, coube a Leonardo DiCaprio fazer o papel de Belfort.

Sergio Vieira de Mello

Sergio - Wagner Moura e Sergio Vieira de Mello

Entre os muitos diplomatas que trabalharam para evitar e, depois, amenizar o impacto da invasão do Iraque pelos Estados Unidos, em 2003, o brasileiro Sérgio Vieira de Mello foi um dos que teve maior destaque. Mas no meio de seu trabalho o então funcionário da ONU morreu em Bagdá, vítima de um ataque terrorista.

Sua história virou filme em 2020, quando Wagner Moura recriou os últimos dias de vida do diplomata.

Władysław Szpilman

O pianista - Adrien Brody e Władysław Szpilman

O pianista polonês Władysław Szpilman era judeu e trabalhava em Varsóvia quando a Polônia foi invadida pela Alemanha Nazista em 1939. Morou no gueto de Varsóvia e escapou dos campos de concentração se escondendo em diversos locais, enfrentando todo o tipo de situação precária.

A comovente história foi para o cinema em 2002 e “O pianista” tem Adrien Brody no papel do músico. O ator ganhou o Oscar por sua atuação e a obra é até hoje um dos filmes baseados em fatos reais mais lembrados pelo público.

François Pienaar

Invictus - Matt Damon e François Pienaar

Pienaar foi o capitão da seleção sul-africana de rugby campeã da Copa do Mundo de 1995. O título marcou o fim do Apartheid e a recente e instável união social do país, já que o esporte era amado entre os brancos e odiado pelos negros por ser associado ao antigo regime de discriminação.

A história de como Pienaar e o então presidente Nelson Mandela percebem isso e trabalham juntos para unir o país em volta da seleção foi imortalizada no filme “Invictus”, de 2009. Matt Damon faz o papel do capitão.

Christopher McCandless

Na natureza selvagem - Emile Hirsh e Christopher McCandless

Christopher McCandless foi um jovem americano que, em busca de ideais de liberdade, largou tudo e viajou sozinho pelos Estados Unidos. Sua trajetória inspirou uma geração de jovens ao redor do mundo.

No cinema, McCandless foi interpretado por Emile Hirsh no filme “Na natureza selvagem“, de 2007. Muitos dos objetos, cenários e pessoas que aparecem no filme são os que realmente fizeram parte da vida do jovem.

Rudy Ray Moore

Meu nome é Dolemite - Eddie Murphy e Rudy Ray Moore

O cantor, comediante, ator e produtor Rudy Ray Moore foi o pioneiro do gênero de cinema conhecido como blaxploitation – filmes feitos de negros para negros nos anos 70.

A história de como ele entrou para o ramo foi contada no filme “Meu nome é Dolemite”, de 2019. Eddie Murphy faz o papel de Moore na comédia.

Anelaria

FACEBOOK | INSTAGRAM


Fonte: https://manualdohomemmoderno.com.br/comportamento/baseados-em-fatos-reais-12-homens-que-viraram-personagens-de-filmes

Compra garantida pelo Mercado Pago


  • Sem produtos na sacola.
Iniciar conversa
Se precisar, 🔥